eladioQual seria o melhor sinônimo para definir um encantador de leitores? É a primeira pergunta que surge quando o autor interage com seus leitores no momento que leem os causos, as lendas e os contos constantes no novo livro in­fanto-juvenil intitulado Histórias Preciosas, de autoria do Prof. Eládio.

E como não ficar encantado, por exemplo, com a lenda do nosso primei­ro Santo Gaúcho, o defensor das terras dos guaranis: “Essa terra tem dono!”. E, como não ficar maravilhado com a fantasia, sutilmente presente, nas histórias do Prof. Eládio, este Don Juan das letras! Claro, depende de quem está lendo, encantando-se! Pois “(…) uma flor não é bela por si só, mas é belíssima a partir dos olhos de quem sabe olhar.”

Como não ficar curioso e intrigado, com o que as meninas logo sacaram de primeira, e os guris, ainda não? Ou, eufemismos à parte, como não morrer de tanto rir? Como não se emocionar com as belas histórias de amor que nem o tempo pode apagar! Ou pode?

Essas e as demais histórias deste livro é que fazem jus ao codinome encanta­dor de leitores, que é o Prof. Eládio. Este lutador com as letras e com as palavras, como diria o poeta Drummond. Ele, de semeador, transformou-se em fruto! Era uma vez, um semeador que plantou, no coração de seus alunos e alunas, o gosto pela leitura! Uma delas, de nome Sxlvxa Aivlis, que guardou algumas dessas sementes, plantando­-as em muitos outros corações, tanto nos de seus alunos e alunas, como nos corações dos professores do Sistema Municipal de Ensino, em Soledade/RS. Por efeito, nasce­ram belos frutos, dentre os quais o projeto Garimpando Escritores, Lapidando Leito­res! Agradecemos a ele por estar participando deste importante projeto, que “valoriza a leitura como fonte do saber”.

Por fim, para o encantador de leitores, eu elencaria três sinônimos: mágico, pois seus contos, lendas e causos nos deixam maravilhados; cativante, pois suas histórias nos deixam fascinados; e, magnífico, assim como são magníficas suas Histórias Preciosas.

Prof. Dr. Juliano Tonezer da Silva