Gerson Soares é fotografo autodidata, formado em Administração de Empresas. Em 2011 migrou de sua atuação em área administrativa para a fotografia, a convite do Grupo da Foto, ONG sem fins lucrativos que reúne fotógrafos profissionais e amadores de Passo Fundo. Esta entidade é um espaço de pesquisas e trocas sobre diferentes técnicas e linguagens fotográficas.

Trabalha em diversas áreas, mas explora principalmente a fotografia de natureza, em especial rios, campos e serras, registrando o que acredita que deve ser preservado para o futuro.

A nosso convite, escreveu e falou sobre a sua vida relacionada à fotografia e aos desafios que a vida e a natureza nos impõem. A sua relação com a fotografia de natureza, em especial os canions, está relacionada aos desafios do nosso cotidiano, em todas as áreas.

“Seja você um vendedor, um gerente ou empresário, precisa sempre se reinventar para continuar vivo no mundo globalizado. Na natureza e no trekking de montanha, esporte que se utiliza a caminhada para conhecer lugares, podemos encarar as dificuldades com muito mais serenidade. Ao superarmos as dificuldades que a montanha nos impõe, vamos criando uma força interior de “sobrevivência” e coragem que nos ajuda a superar dificuldades e crises também na vida cotidiana. A montanha nos dá uma perspectiva privilegiada da vida e nos ajuda a distinguir o essencial do não essencial, o medo real do medo do ego… Superar as reais dificuldades da montanha nos ajuda a perceber que aquele “medinho” de mudar de emprego, de mudar de cidade, de declarar-se para alguém, etc. não é nada diante da possibilidade de perder as oportunidades da vida (ou a própria vida).

Conhecemos aquela ideia de que faríamos isso ou aquilo se soubéssemos que temos apenas “x” dias de vida… Mas a verdade é que temos mesmo apenas “x” dias de vida para viver intensamente e fazer escolhas corajosas. O mundo é cheio de riscos que precisamos correr para que a vida valha a pena! Na montanha, como na vida, encontramos as dificuldades, desafios, medo, etc. Mas lá em cima é só você, não tem escape fácil, não tem muito como se refugiar de si mesmo (TV, vícios, depressão, etc), a não ser encarando e resolvendo os problemas. Afinal, a gente sempre quer voltar para casa íntegro!

Ao falar de montanhas, assim Gerson se declara:

Por isso as montanhas são uma escola de vida e por isso eu amo as montanhas! Todo montanhista de verdade já encarou um ou vários “perrengues” montanha acima (ou abaixo!): ficar sem água, ficar perdido por um tempo, tempestades, frio, escassez de alimento, dificuldade com o grupo, estafa física, etc. O risco calculado é parte inerente dessa atividade e temos que aprender a lidar com isso.

Gerson Soares publica suas imagens e produções fotográficas na página panoramio.com, como também nas redes sociais. Por sua parceria com a gente, passaremos a utilizar imagens captadas por sua câmara para ilustrar artigos ou crônicas de nossa autoria neste site.

  • Diego Ecker

    Agradeço pela parceria, Gerson Soares. Tenho maior admiração por pessoas que desbravam a natureza, com a intenção de desbravarem a si mesmos!