O modo inadequado como as sociedades vem utilizando os recursos naturais de tem levado a muitas consequências, sobretudo para o meio ambiente que vem sendo cada vez mais degradado e onde o ser humano tem visado apenas o lucro em detrimento da degradação ambiental.

Diante dessa situação, o Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí (COAJU) realiza atividades de educação ambiental, tendo como um dos principais objetivos a consciência de coletividade em prol dos Recursos Hídricos e a compreensão de que a responsabilidade pela solução é de todos.

Atividades do COAJU nas escolas

No período de abril a novembro de 2016, o Comitê Alto Jacuí visitou escolas públicas dos municípios de Carazinho, Santo Antônio do Planalto, Chapada, Saldanha Marinho, Quinze de Novembro, Mato Castelhano, Colorado, Tio Hugo, Mormaço, Ibuirapuitã e Vitor Graeff.

Essas localidades fazem parte da Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí.  Durante os encontros, o comitê debate com alunos e professores temas como gestão dos Recursos Hídricos, democratização o poder de decidir, qualidade e disponibilidade da água, preservação dos recursos naturais e a importância dos rios e suas nascentes.

O que é uma bacia hidrográfica?

O que é uma bacia hidrográfica, um comitê de bacia e quais suas atribuições são conceitos apresentados ao público presente, por meio da cartilha de educação ambiental do COAJU. Denominada “Água –  tão preciosa quanto a vida”, a cartilha foi desenvolvida pelo Comitê, juntamente com Agencia de Comunicação (Agecom), da Universidade de Passo Fundo. O público alvo são crianças e adolescentes entre 9 e 15 anos e utiliza como estratégia de comunicação o “Coajuzito”, um Jacu ave símbolo do COAJU. A cartilha também divulga ações do COAJU e cuidados com a água.

Essas atividades fazem parte do projeto “COAJU nas Escolas” que tem como principal objetivo construir valores e relações sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências que contribuam para a participação das crianças, familiares e comunidade escolar na preservação das águas e seu uso racional na Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí.

Entenda mais sobre o COAJU

O Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí (COAJU) é conveniado com a Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, da Universidade de Passo Fundo. É composto por representantes dos usuários de água, da população da bacia e de órgãos públicos. O COAJU foi criado em 2001 e abrange 42 municípios. É uma instância social, democrática e deliberativa, onde a população e usuários da água, juntamente com os órgãos do governo, interagem para gerenciar a qualidade e a disponibilidade das águas da Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí.

Municípios de abrangência

Alto Alegre, Arroio do Tigre, Boa Vista do Incra, Campos Borges, Carazinho, Chapada, Colorado, Cruz Alta, Ernestina, Espumoso, Estrela Velha, Fortaleza dos Valos, Ibarama, Ibirapuitã, Ibirubá, Jacuizinho, Júlio de Castilhos, Lagoa Bonita do Sul, Lagoa dos Três Cantos, Lagoão, Marau, Mato Castelhano, Mormaço, Não-Me-Toque, Nicolau Vergueiro, Passa Sete, Passo Fundo, Pinhal Grande, Quinze de Novembro, Saldanha, Marinho, Salto do Jacuí, Santa Bárbara do Sul, Santo Antônio do Planalto, Segredo, Selbach, Sobradinho, Soledade, Tapera, Tio Hugo, Tunas, Tupanciretã e Victor Graeff.