Formação qualificada, estrutura adequada e internacionalização
marcam as ações ao longo de duas décadas de história
das pós-graduações da UPF.

 

Em seus 48 anos de atuação, a Universidade de Passo Fundo (UPF) ampliou e qualificou a formação da comunidade por meio dos programas de pós-graduação. Com 61 cursos de especialização, 15 mestrados, 6 doutorados e 9 estágios pós-doutorais, a Instituição se consolida na produção do conhecimento, atuando de forma direta no desenvolvimento e no progresso regional e nacional. Em 2017, várias atividades celebram os 20 anos na caminhada pela excelência na pesquisa. Em maio, a Instituição abre os processos seletivos para mestrados e doutorados, e, em junho, para as especializações.

Em 2010, a UPF contava com sete programas de pós-graduação e um curso de doutorado. Segundo o vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Leonardo José Gil Barcellos, essa expansão somente foi possível pela ousadia da primeira turma de pós e também de doutorado, propostas e executadas pela Faculdade de Agronomia, que, neste ano, celebram os 20 anos do Programa de Pós-Graduação em Agronomia e os 40 anos do Programa de Pesquisa em Aveia (PPA).

Para Barcellos, uma universidade é medida, também, pela grandiosidade de seus programas de pós-graduação. Em sua opinião, o stricto sensu é a excelência e a inovação na educação em todos os níveis, constituindo a base da pesquisa institucional, culminando na formação de profissionais qualificados.

“A existência do stricto sensu faculta à Universidade a possibilidade de oferecer formação diversificada nas diferentes áreas, num contexto integrado com todos os níveis de ensino e todas as dimensões transversais da Instituição. Nessa matriz, o ensino deixa totalmente de ter um caráter linear e estanque e passa a ser multidimensional e continuado, em um contexto em que não vemos pedaços ou partes isolados entre si, mas sim a sequência orgânica e a interação estreita entre seus componentes”, destaca.

 

Novo prédio para o PPGEdu

Como parte das comemorações, no dia 26 de abril, professores, alunos e a comunidade acadêmica prestigiaram a inauguração do novo prédio do Programa de Pós-Graduação em Educação, que também completa 20 anos de atividades.

Com uma estrutura moderna e pensada para a produção do conhecimento científico, o novo espaço vai ampliar as ações que são desenvolvidas e tem como foco também a aproximação ainda maior com a comunidade.

Para o reitor, José Carlos Carles de Souza, a ampliação reforça o compromisso da Instituição com a qualidade dos cursos que oferece e demonstra que o trabalho conjunto realizado pela Universidade tem trazido resultados importantes.

“Dentre seus muitos projetos, a UPF tem se dedicado a qualificar a pós-graduação, garantindo estrutura adequada para a produção do conhecimento. É com satisfação que entregamos uma área digna da importância do seu espaço. Essa construção demandou um trabalho muito grande da equipe de coordenação do Programa e da Unidade, mas também da Universidade, no sentido de viabilizar os recursos e de buscar as verbas para essa ampliação. Para nós, isso é fundamental quando olhamos para o futuro”, disse.

O primeiro vice-presidente da FUPF, professor Alexandre Nienow destacou o comprometimento de todos para que a nova estrutura pudesse ser utilizada pela coletividade.

“A trajetória de um Programa de Pós-graduação não se inicia a partir da sua criação, mas muito antes, em decorrência da dedicação e o comprometimento dos professores, alunos e funcionários em trabalhos de excelência no ensino, pesquisa e extensão”.

Na comemoração dos 20 anos do PPGEdu, o prédio da pós-graduação é o coroamento dessa trajetória, concebido e construído coletivamente pela Faculdade de Educação, o PPGEdu, a UPF (reitoria e vice-reitorias) e a Fundação Universidade de Passo Fundo , envolvendo os diferentes setores da Instituição”, pontuou.

 

Inscrições abrem em maio

Os programas de pós-graduação stricto sensu abrem suas inscrições a partir do dia 02 de maio. Abaixo, a lista dos que serão oferecidos.

  • Programa de Pós-Graduação em Bioexperimentação (PPGBioexp) – 08/05 a 02/06
  • Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCiamb) – 22/05 a 20/06
  • Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) – 02/05 a 02/06
  • Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano (PPGEH)– 02/05 a 16/06
  • Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) – 02/05 a 20/06 para o Mestrado e até o dia 28/06 para o Doutorado
  • Programa de Pós-Graduação em Projetos e Processos de Fabricação (PPGPPF) – 02/05 a 30/06

 

Fotos: Leonardo Andreoli
Assessoria de imprensa UPF