Diego Vitor Dalmagro é bacharel em Filosofia e Contador. Seu amor pela literatura, por romances e pela riqueza da diversidade cultural da sociedade, lhe acompanha desde a adolescência. Há muitos anos vem ensaiando para concluir uma obra literária e publicá-la, porém, infelizmente, sua inserção no mundo profissional o tornou mais uma “vítima da liquidez do tempo”. O mundo da correria e dos prazos o consome e o seu sonho de ser escritor ficou para trás, porém a sua busca pela escrita permanece através de publicações em seu blog Além da Lenda. São escritas curtas, mas bem consistentes, na forma de afirmações (frases).

Abrimos espaço em nosso site para publicar alguns de seus escritos, no intuito de estimular o amigo e colega a continuar “brigando com as letras e as palavras”.

Alguns textos de Diego Vitor Dalmagro:

“Quando há estrelas, bússolas são dispensáveis.” (2015)

“Forçam-se indignamente a ser igual à massa, mas decidi ser eu mesmo.” (2014)

“Vê-se que vivemos numa sociedade de descartes, onde tudo é brevemente útil, independente se ainda há valores atrelados.” (2015)

“A esperança reside na brisa suave do amanhecer.” (2014)

“Se por natureza não tenho asas, as tenho por imaginação.” (2014)