Combate à corrupção: dever cívico – TV Câmara

167

O professor e ativista de direitos humanos Nei Alberto Pies defende o combate à corrupção como um dever cívico de todos os brasileiros e brasileiros. Reconhece a corrupção endêmica, sistemática e fruto de um sistema político falido e que não representa o conjunto de interesses da população brasileira.

Discorrendo sobre a história do Brasil, afirma que o país vive de 3 estigmas: bola, bunda e bumbo e agora descobre-se também “como país de corrupção”. O professor levanta dúvidas sobre a consciência de que a corrupção no Brasil é um problema suficientemente sério para ser levada a sério, uma vez que a cultura brasileira caracteriza por uma grande permissividade, o que leva ao jeitinho brasileiro, a Lei de Gerson e à certeza da impunidade.

Revela-se ainda um grande otimista pelo Brasil e afirma que corrupção se combate com uma ampla e verdadeira reforma política.

 

  • Nei Alberto Pies

    O professor e ativista de direitos humanos Nei Alberto Pies defende o combate à corrupção como um dever cívico de todos os brasileiros e brasileiros. Reconhece a corrupção endêmica, sistemática e fruto de um sistema político falido e que não representa o conjunto de interesses da população brasileira.